Leite Vegetal x Leite Animal – Diferenças e Benefícios





Saiba aqui as diferenças e benefícios do Leite Vegetal e Animal.

Quando falamos de alimentação, um dos grandes ingredientes chave para ela é o leite. Porém, quando falamos de saúde, ele tem sido tachado de diversas formas e dividido opiniões entre especialistas. Uma fonte de gordura, cálcio e de proteínas, é comum vê-lo sendo substituído pela sua versão vegetal, como a soja, o coco, amêndoas e aveia. A pergunta que fica, então, é a seguinte: existe alguma vantagem na troca? Se você possui essa dúvida, nós tentaremos te orientar um pouco mais sobre as diferenças e as vantagens e desvantagens. Fique ligado.

Leite de origem animal:

O que é?




Antes de qualquer coisa, é importante salientar que o leite de origem animal não é recomendado para as pessoas que possuem alguma intolerância ou alergia à lactose. Para os demais, o leite oriundo da vaca é o mais comum entre as categorias, já que em uma dieta, é rica em proteína.

Encontrado nas versões desnatado, semi-desnatado e integral, cada uma possui os seus benefícios e as suas funções. O leite desnatado não são encontradas vitaminas lipossolúveis em quantidades elevadas, tendo a diminuição da gordura presente no leite. Isso é benéfico em diversas situações. Já no caso do leite integral, essas vitaminas são encontradas em quantidade superior. Ainda, há uma quantidade maior de gordura. Atualmente, com o processo de industrialização dos alimentos, os alimentos têm ganho propriedades inflamatórias. Isso quer dizer que, para acompanhar a produção em uma larga escala, o leite tem sofrido modificações importantes em sua composição ao longo dos anos. O resultado disso é ocasionado, em sua origem, pelo próprio tratamento do animal no momento do processamento do leite, que chega ao consumidor final. E nessa composição final, algumas reações podem ser maléficas, inclusive para aqueles que não se enquadram no quadro de intolerância e de alergias.


Leite de origem vegetal:

O que é?

O leite com origem vegetal varia conforme o grão ou a oleaginosa que são usados como o ingrediente principal. Uma rica fonte de gordura ou de carboidrato, dependendo de sua versão, as fontes daquilo que nomeamos leite vegetal vem de grupos alimentares diferentes. Sendo assim, pode-se afirmar que os seus benefícios são diversos e diferentes entre si. Porém, de maneira geral, suas vantagens são determinadas pela sua digestão, já que essas são mais fáceis de serem identificadas do que as do leite de fonte animal. Entre os benefícios, pode-se citar a presença das fibras, que auxiliam para que o intestino funcione bem, e ainda na ausência do colesterol no alimento. Vale lembrar, todavia, que o processo industrial acaba interferindo na qualidade e no sabor. Assim, um mesmo leite de origem vegetal terá o sabor diferenciado de uma marca para a outra.

Sobre a troca animal para vegetal

Antes de qualquer coisa, para fazer a troca de um leite animal para um vegetal, é necessário contar com um bom profissional de nutrição, já que a mudança precisa ser aliada a uma dieta saudável. Muitos acreditam que o leite animal seja a melhor fonte de cálcio, porém, desconhecem que as versões vegetais também contêm o mesmo nutriente em generosas porções. Por isso, excluir o leite de vaca de sua alimentação não é de todo prejudicial, desde que aliado a uma dieta bem balanceada. Basta ingerir alguns alimentos que tenham presente o micronutriente, como é o caso do agrião, brócolis e a couve. Aliás, estes absorvem o cálcio de forma muito mais efetiva que a bebida. Contudo, muita atenção na hora de realizar a compra. É preciso ficar atento aos rótulos e suas especificações, já que o leite animal possui muito mais proteína que o vegetal, que em contrapartida são ricos em gorduras e carboidratos. Por isso, trocando uma fonte de proteína por uma de gordura, ocorre a dobra do valor calórico, que resulta em um ganho de peso. Por isso, novamente ressalta-se a importância do nutricionista, que orientará sobre a melhor opção para cada dieta, indicando inclusive os benefícios de cada um dos grãos de acordo com as suas necessidades. Fique atento e procure a ajuda na mudança.

Kellen Kunz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *