Confira aqui algumas dicas de frutas que controlam a fome e ajudam a emagrecer.

Para perder peso é fundamental ter hábitos alimentares saudáveis e uma dieta regular rica em nutrientes e fibras, incluindo carnes magras, verduras, legumes e frutas. No que diz respeito as frutas, as que são ricas em fibras são as mais indicadas para emagrecer, pois auxiliam na saciedade, ou seja, evita os exageros na hora da refeição ou do lanche. A fibra está presente em maior quantidade em algumas frutas e age como um revestimento interno no estômago, impedindo a sensação de estômago vazio. Porém, ingerir fibras não basta para ficar em dia com a balança, é necessário vários outros nutrientes que as frutas nos oferecem, como os que iremos ver a seguir:

As frutas oleaginosas são muito importantes para suprir o organismo de gorduras mono e polinsaturadas, ao contrário do que se pensa, mesmo sendo frutas bastante calóricas, elas são muito importantes para o coração e como anti-inflamatórias, exemplos dessas frutas são: amêndoas, castanha, nozes. Já as frutas secas são uma ótima pedida no quesito fibras, pois possuem este nutriente bastante concentrado, além de serem pouco calóricas e não perecíveis, podemos citar o damasco, uva passa e ameixa. Outra fruta muito rica em fibras é a banana, além de ter uma boa reserva de potássio e vitaminas, o fruto verde é indicado para diabéticos, pois possui amido resistente, que diminui a absorção de açúcares.

A laranja é uma das frutas que se destaca na lista, pois além da grande quantidade de vitamina C, reduz a chance de desenvolver vários tipos de câncer, além do bagaço ser ótimo para o funcionamento intestinal. O kiwi também possui vitamina C e pectina, que faz a importante função de regular o colesterol do sangue para níveis adequados. A manga possui vitamina A, vitaminas do complexo B e C, além de sais minerais, assim como a melancia e essa por sua vez ainda tem propriedades hidratantes devido a porcentagem de água na fruta.

A famosa mexerica, por ser cítrica, possui altos teores de vitamina C, que atuam como antioxidantes no organismo. Podemos citar ainda o melão, que é hidratante e contêm vitaminas do complexo B, também a pera, que possui proteínas, vitaminas, sais minerais e gorduras na região próxima à casca do fruto. Através destes 10 tipos de frutas é possível perceber as variedades de opções para quem quer perder peso sem passar fome, escolha suas preferidas, prepare ao seu gosto e bom apetite!

Fabiana da Rosa.


Você costuma cheirar frutas antes das refeições? Pois saiba que um recente estudo, publicado na revista científica "Appetite", explana que fica muito mais fácil resistir a tentações como sobremesas deliciosas e pratos calóricos após ter cheirado uma fruta.

Estar exposto a aromas de frutas pode fazer com que o cérebro opte por selecionar opções mais saudáveis de alimento, com ênfase na sobremesa.

Psicólogos da Universidade de Bourgogne, na França, informaram que essas descobertas evidenciam como os cheiros influenciam nas nossas opções alimentares, afinal os voluntários que integraram a pesquisa não foram informados previamente que seriam submetidos a cheiros de frutas.

Sobre a dinâmica da pesquisa:

Um total de 115 homens e mulheres, entre 18 e 50 anos de idade, participou da pesquisa. Eles foram distribuídos em dois grupos, sendo que antecipadamente lhes foi informado que o estudo serviria para avaliar de que forma as pessoas se comunicam enquanto realizam uma refeição.

Um dos grupos foi instruído a ficar por alguns instantes em uma sala de espera que em instantes anteriores havia sido pulverizada com o aroma de peras frescas. O outro grupo aguardou em uma sala de espera que não possuía qualquer odor de frutas.

Depois de 15 minutos, os participantes do estudo eram direcionados a um Buffet, sendo possível escolher três pratos – entrada, refeição principal e sobremesa. Havia pratos com frutas e legumes em todas as refeições, bem como pratos sem essas opções saudáveis.

Embora o cheiro da pera não tenha tido tanto efeito no momento de escolher a entrada ou a refeição principal, no momento da sobremesa tornou-se evidente a preferência por algo mais saudável. Três em cada quatro participantes que não estiveram expostos ao aroma da pera escolheram a sobremesa mais calórica, essa mesma escolha foi feita por menos da metade dos que sentiram previamente o cheiro da pera. Fato que evidencia que o apetite pode ser construído por estímulos inconscientes.

Por Rafaela Fusieger

Aromas das frutas

Foto: Divulgação


Ultimamente estamos vivendo uma revira volta dos alimentos, pois estamos descobrindo o prazer de ter uma vida mais saudável e leve. E antes um dos inimigos para o processo de dietas era o chocolate, pois então agora estudos estão comprovando que o chocolate consumido em quantidade adequada sem muito excesso pode ser bom para a saúde.

As mulheres, em sua grande maioria, vivem uma história de amor pelo chocolate, mas cá para nós quem não gosta de um bom chocolate, seja ele meio amargo, com frutas, variando sempre com a criatividade do fabricante que faz misturas inusitadas com iorgute que o deixa irresistível? Outro fator relevante é que o cacau tem uma susbstância que dá uma sensação de bem estar, saciedade e disposição. Porém, não pode ser consumido de maneira desordeira, precisa ser controlada.

Componentes do cacau: serotonina (hormônio), responsável pela sensação de prazer, e feniletinamina, um antidepressivo natural, por isso que quando comemos um bombom, por exemplo, sentimos tanto prazer e satisfação. Agora como você pode associar esta guloseima à sua dieta, é muito simples seguir três dicas para não sair do peso e saciar a vontade de comer chocolate. Vamos a elas então:

1) Para quem não tem problemas com a balança pode comer em torno de 20 a 30 gramas de chocolate por dia, ou seja, uma barra pequena. Agora se você tem problemas com a balança então deve se conter um pouco mais, comer em torno de 15 gramas de chocolate por dia, e pode também incluir na sua dieta 500 calorias de guloseimas que equivale a uma barra de chocolate de 100 gramas, isso distribuído durante a semana.

2) Escolha o melhor horário para degustar o chocolate, que pode ser como sobremesa, sendo um pequeno pedaço da barra de chocolate, ou como lanche da tarde, acompanhado de uma mistura muito gostosa que pode ser com iorgurte ou frutas, como preferir, pois não pode comer o chocolate sozinho em uma hora de lanche que pode dar vontade de comer mais e mais (com isso a dieta vai para o espaço).  Agora fazendo esta mistura, balanciando entre o iorgurte e as frutas vai dar um sabor a mais e não vai dar vontade de comer mais chocolate. Outra dica: esqueça o chocolate depois das 18h, que pode pôr tudo a perder para sua dieta.

3) Em todas as pesquisas sempre apontam que o chocolate amargo é muito bom, pois concentra a grande parte de fenólicos antioxidades que reforçam a imunidade e protegem o coração e ainda ajudam no humor. A porção recomendada é 30 gramas diárias. 

Portanto, chocolate é muito bom, além de gostoso, porém deve ser consumido com consciência.

Confira as delícias dos espetinhos de fruta envoltos em chocolate da Casa do Zé!

Por Antônia Mendes

Espetinho de frutas com chocolate

Foto: Divulgação


A laranja é uma fruta adorada em todo o mundo. Não há ninguém que não goste de uma boa laranjada gelada em épocas de calor. Seu inconfundível sabor e agradável aroma podem ser encontrados em balas, doces, bolos, refrigerantes e medicamentos.

Esta fruta tem grande valor nutricional. Além de ser uma importante fonte de vitamina C, essencial para as reações metabólicas e poderoso antioxidante, a laranja possui potássio, componente importante para a composição do sangue e da musculatura. Ela também é rica em betacaroteno, composto importante que ajuda na prevenção do câncer e infarto do coração.    

Outra parte da laranja, geralmente dispensada depois de utilizada, é o bagaço. Fonte importante de fibras que auxiliam o organismo na absorção de líquidos e que ajudam a ter o intestino em bom funcionamento, além de ajudar no combate contra o colesterol.

A ingestão da laranja faz bem ao organismo e é parte essencial de uma dieta balanceada. 

Por Rodolpho Medeiros


Uma das frutas mais gostosas é a melancia. Ela é muito indicada para o bem da nossa saúde; frequente naqueles almoços de final de semana ou naquele churrasco maravilhoso pois ajuda na digestão. Mas não é só para isso, ela contribui contra o envelhecimento precoce.

A caloria é baixa, não chega a 35 por pedaço, possui vitaminas A, B e C que ajudam na prevenção de doenças como o câncer de próstata, e auxilia na pigmentação da pele e no sistema imunológico. Não é remédio, mas realmente vale a pena ter sempre uma na mesa.

A fruta é uma das mais completas, aproximadamente 92% de água e privilegiada com 8% de açúcar, e nela tudo pode ser aproveitado. É uma das mais finas e tradicionais em todo o mundo, sua primeira aparição foi no Egito e hoje os maiores consumidores são os norte americanos.

Estamos vivendo dias com quase 35°C e se você tiver a oportunidade de escolher entre um refrigerante e um suco industrializado, não pense duas vezes; peça um copo de suco natural de melancia, que trará mais saúde para você.

Por Gutenberg Feitosa


O verão é uma época perfeita para aproveitar e pegar leve com a alimentação.

O tempo quente pede por uma alimentação mais leve e refrescante que ao mesmo tempo hidrate o corpo. É o caso de apostar em folhas, verduras e frutas. Não estou falando de comer isto separadamente, a dica é misturar tudo.

Um bom exemplo é combinar as folhas da rúcula com pepino ralado e pedaços de abacaxi. Um molho de alecrim dá um toque fino e refrescante ao prato. Isto é um de muitos exemplos. Use sua criatividade, aposte em combinações exóticas, sem nenhum perigo de passar mal com um prato pesado e gorduroso, que não combina nada com esta estação do ano.

Por Teresa Almeida


De origem pré-histórica em cor azul púrpura, os mirtilos apresentam alta concentração de antioxidantes que atuam  na neutralização dos chamados radicais livres auxiliando na manutenção da saúde  do sistema imunológico, além de contribuir na prevenção das doenças degenerativas.

Recentes  estudos  confirmam que o mirtilo auxilia na redução  do colesterol e auxilia na prevenção  de infecções do trato urinário, além de auxiliar na melhoria da visão devido ao alto índice de anticianina.

O mirtilo atua na proteção do coração e estudos laboratoriais indicam que o consumo regular da fruta melhora as funções da memória, assim como atua na melhoria  da coordenação motora.

Com baixo teor calórico  o mirtilo é  uma fruta rica em Vitamina C e do Complexo B, possui ainda alto teor de Ferro, Fósforo, Fibras, Magnéssio, Fósforo e Proteínas.

A fruta pode ser consumida in natura, no preparo de salada, em sucos, geleias, bem como em sorvetes, sobremesas e  molhos complementares nas mais diversas combinações gastronômicas.

Por Silvane Romero


Nessa época do ano, com temperaturas superiores aos 30º, o recomendado é consumir muitas frutas, verduras, legumes e folhas verdes. São alimentos refrescantes, pois possuem um percentual alto de água na sua composição, principalmente as frutas e, portanto, combinam com as altas temperaturas da época. Não se deve esquecer que eles também são fontes de vitaminas, minerais e fibras.

A nutricionista Roberta Morgana recomenda evitar preparações gordurosas, como feijoada, chocolates quentes, foundues, suflês e frituras, que podem dificultar a digestão pelo alto teor de gordura. "Alimentos como arroz, macarrão e açúcar devem ser consumidos com moderação. Cuidado com os temperos das saladas, evite maionese e molhos prontos, prefira o azeite, o limão e os molhos à base de iogurte."

Petiscos salgados, como amendoins, castanhas, salgadinhos, embutidos e queijos amarelos, são ricos em sódio e também devem ser evitados. "Eles retém líquidos e deixa um aspecto de 'inchaço' no corpo", explica Morgana. O que não se deve esquecer é de consumir bastante líquido, principalmente água, pois as altas temperaturas levam à desidratação, em particular de crianças e idosos. "A ingestão constante de líquidos, além de evitar a desidratação, também lubrifica articulações, facilita a digestão e absorção dos alimentos, transporte de nutrientes através do corpo, excreção de toxinas, regulação da função intestinal e o controle de temperatura corporal".

Na ída à praia, prefira levar os petiscos de casa e deixar para comprar só a bebida gelada. Existem ótimas opções de salgadinhos, sem serem fritos e sem gordura "Trans". Nas compras em barracas, verifique as condições de higiene do local e do vendedor no momento da manipulação das comidas. “A maioria pega no alimento e ao mesmo tempo no dinheiro. Então, de um modo geral, há risco de contaminação”, alerta.

Por Alexandre de Souza Acioli


Na hora de fazer as compras é muito importante verificar frutas, legumes e verduras. Ter cuidado ao escolher o que iremos consumir é muito importante.
Esses cuidados devem começar desde o local da compra, nas feiras e varejões é comum que os alimentos fiquem expostos nas bancas e seja manipulado pelas pessoas, fato que contribui para a contaminação.

Depois de realizada a escolha e compra dos alimentos, eles devem ser cuidadosamente lavados, principalmente os de folhas.

O tempo de armazenamento não deve ultrapassar duas semanas, mesmo os que estiverem na geladeira. Lembrando que os recipientes devem estar devidamente limpos e fechados, livres de contaminação.
Esses cuidados básicos com a higiene alimentar previnem a contaminação do individuo por alguma bactéria ou vírus. As infecções gastrointestinais e a Salmonelose são as mais comuns entre a população.

Fique atento na hora da compra dos alimentos, a higiene alimentar é muito importante. Cuide-se.

Por Milena Evelyn





CONTINUE NAVEGANDO: