Uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, mais precisamente pela Universidade de Illinois, situada em Chicago, apontou que framboesas pretas ajudam na prevenção do câncer de intestino. Não é de hoje que estudos afirmam que a fruta apresenta propriedade antioxidante e também que ajuda no combate à doença.

Os pesquisadores efetuaram a pesquisa com ratos que eram propensos a desenvolver câncer. Quando descoberta uma versão da framboesa preta liofilizada, os testes nos animais apontaram uma redução de 60% no desenvolvimento de tumores. A incidência de tumores do intestino reduziram 45%.

A linhagem dos animais foi exposta a uma dieta ocidental em um primeiro momento com alto teor de gordura, ou então, a mesma dieta, porém, com a adição, por 12 semanas, de 10% de framboesas pretas liofilizada.

A inibição dos tumores se deve a proteína encontrada na fruta, a beta-catenina. A proteção no intestino dos camundongos foi elevada ao final dos testes. Mesmo as pesquisas não sendo feitas com pessoas, é um grande avanço, e de modo natural, que pode prevenir uma grave doença.

Fonte: Cancer Prevention and Research

Por Oscar Ariel


Uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Illinois, Chicago, nos Estados Unidos, de acordo com matéria do site Saúde Terra e que foi publicada no Jornal Cancer Prevention anda Research indicou que a Framboesa Preta pode ajudar a prevenir o câncer de intestino, comprovando outros estudos que já haviam indicado que a fruta possui qualidades anticancer e antioxidante.

A pesquisa foi realizada com duas linhagens de ratos. Uma com propensão a desenvolver a doença na casa dos 60% e a outra linhagem vulnerável a colite, inflamação do intestino que pode contribuir para o aparecimento do câncer de intestino. Os pesquisadores utilizaram uma versão da fruta liofilizada, processo pelo qual a fruta é desidratada quase que completamente através de congelamento, vácuo de aumento gradativo da temperatura onde a água é retirada por sublimação.

Na primeira linhagem a incidência de tumores foi diminuída em 45%. Já na segunda linhagem os casos foram reduzidos em 50%. Os animais foram alimentados com uma dieta rica em gordura ou com a mesma dieta adicionada com 10% da Framboesa preta liofilizada, por doze semanas, com a ação da fruta inibindo o desenvolvimento dos tumores suprimindo uma proteína chamada Beta-catenina, registrando-se neste estudo um alto nível de proteção no intestino dos ratos que consumiram a Framboesa preta.

Por Mauro Câmara





CONTINUE NAVEGANDO: