Vitamina B3 presente no alimento pode contribuir para conter o envelhecimento.

A preocupação em levar uma vida saudável há algum tempo é frequente entre os brasileiros. Escolher alimentos integrais, sem glúten, sem lactose, dar preferência para frutas e verduras é uma realidade nos lares do país. Além disso, a prática de exercícios físicos também aumentou nos últimos anos.

Uma dieta equilibrada leva uma maior longevidade para as pessoas, consequentemente, o envelhecimento também tende a se retardar.

O consumo de carne vermelha é polêmico entre as pessoas que levam uma vida mais regrada. Muitos acreditam que o consumo não é benéfico, pois argumentam que ela é fonte de gordura e alto índice de colesterol. Outros argumentam que só as carnes ditas brancas, como frango e peixe, já que são fontes de ácidos graxos (substância que é fonte de energia para o corpo), ômega 6 (está intimamente ligado à formação de células saudáveis) e ômega 3 (que ajuda a diminuir o colesterol ruim, aumentando o colesterol bom). Mas o que vai fazer toda a diferença é o tipo de carne e também a quantidade ingerida.

A carne vermelha é de vital importância para um cardápio saudável, pois é uma fonte de proteína. A função das proteínas é doar material para a construção e manutenção de todos os órgãos e tecidos do corpo humano. Também participam da formação de anticorpos, hormônios e enzimas no corpo humano.

Se ainda não está totalmente convencido sobre a importância do consumo desse alimento, um experimento científico, em fase de teste, pode lhe tirar todas as incertezas sobre o consumo. O experimento afirma que a vitamina B3, presente no alimento, ajuda a conter o processo de envelhecimento. Os radicais livres presentes no organismo humano são uma das causas para que o corpo envelheça. Os radicais oxidam as células e causando assim muitas vezes a morte celular. Para que esse processo não seja tão brusco, o caminho é aumentar o consumo de antioxidantes e é justamente isso que os pesquisadores estão tentando fazer, aumentar o número de antioxidantes na vitamina B3 encontrada na carne vermelha, porco, frango e atum.

Por Isabela Castro


O alto índice de gordura em alimentos e especificamente em carnes em geral  tem sido algo assustador. Vemos constantemente pessoas com problemas cardíacos devido ao consumo de gorduras ao longo da vida; são milhares de pessoas que morrem por dia no Brasil por causa de problemas no coração e nas artérias.

A boa alimentação é aquela que não é feita de exageros, principalmente com alimentos tão gordurosos como frituras, massas e alimentos de procedência desconhecida. Então procure reduzir o consumo de carnes gordurosas como picanha, cupim, contra filé, costela;  prefira as magras como alcatra, patinho, lagarto, coxão mole, entre outras.

O problema é que muitas pessoas que não dão a devida atenção a esses cuidados podem ser no futuro uma vítima de seus exageros. A má alimentação gera problemas sérios como câncer no estômago e as maiores vítimas são pessoas entre 30 e 50 anos de idade. Então para ter uma vida saudável basta ter em sua mesa alimentos saudáveis.

Em muitas ocasiões esses alimentos podem ser caros e difíceis de encontrar; mas há muitos outros, que por não serem de uma marca especial, oferecem um preço melhor e com qualidade da mesma forma.

Por Gutenberg Feitosa





CONTINUE NAVEGANDO: