A revista Health Magazine, é composta por editores especialistas na área de nutrição e em uma das suas edições fez a seguinte constatação: a ingestão de carboidratos, pode ser a melhor maneira para perder peso e permanecer magro.

A descoberta foi revelada no livro Carb Lovers Diet, que mostra como determinados alimentos ricos em carboidratos, especialmente aqueles compostos pelo surpreendente ingrediente natural chamado amido resistente, que agem como poderosos aceleradores de metabolismo e inibidores de apetite.

 Ao invés de aumentar a gordura e causar inchaço, como há décadas os gurus das proteínas alegaram, os carboidratos podem torná-lo magro. 

Eles encolhem as células de gordura, especialmente da barriga; aumentam a queima de gordura, aumentam da massa muscular; provocam mais sensação de saciedade do que outros alimentos e ainda promovem o controle de açúcares no colesterol e triglicérides no sangue.

Só não vale, depois de ler, pedir uma pizza de quatro queijos com bacon!

Por Gy Camargo


De fácil preparo, com facilidade de se adaptar a diversos ingredientes, o macarrão, que antes era proibido em qualquer dieta para emagrecer, passou a ser visto com outros olhos. Especialistas em Nutrição recomendam que as refeições com massas façam parte da alimentação, desde que sejam balanceadas e com acompanhamentos saudáveis.

Confira a seguir o que especialistas dizem a respeito de alguns mitos e verdades sobre o macarrão:

Arroz e macarrão são proibidos para diabéticos?

O diabético pode alimentar-se com estes dois itens do cardápio, desde que esteja dentro da cota diária de carboidratos permitida em cada refeição. Na verdade, as massas integrais podem até ajudar a controlar o diabetes e o peso corporal, pelo seu baixo índice glicêmico, especialmente em indivíduos com sobrepeso ou obesidade.

Macarrão engorda?

O aumento de peso não é provocado pelo consumo de um determinado alimento. Se o macarrão for consumido em porções adequadas junto com alimentos saudáveis como verduras e legumes, ele não colabora para o aumento de peso.

Por Selma Isis

Fonte: Dra. Vanderli Marchiori, Médica especialista em Nutrição.





CONTINUE NAVEGANDO: