Dieta Mediterrânea – O que é, Como fazer





Confira os benefícios da Dieta Mediterrânea para a saúde e como segui-la.

A dieta mediterrânea tradicional é definida como o padrão alimentar dos campos petrolíferos mediterrâneos até a década de 1960. Embora as diferentes regiões da bacia mediterrânea tenham seus próprios hábitos alimentares locais, existem várias características comuns, a maioria das quais decorrem do fato de que o azeite ocupa uma posição central na nutrição dessas áreas.

Quer saber por quê? Continue lendo o artigo!




Benefícios da dieta mediterrânea

A dieta mediterrânea é feita a base gorduras "boas", frutos do mar e muitos vegetais e frutas, é conhecida por trazer diversos benefícios, principalmente por sua capacidade de reduzir o risco de doenças como doenças cardíacas.

Mas os benefícios não param por ai, a dieta mediterrânea possui alto teor de vitaminas, antioxidantes e fibras, e também baixa densidade de energia, que ajuda a manter um peso normal.


Veja agora os 5 principais benefícios da dieta mediterrânea.

1. Proteção do coração

Um estudo de 2015 do American College of Cardiology acompanhou mais de 2.500 adultos gregos por mais de 10 anos. Aqueles que seguiram a dieta mediterrânea tiveram uma probabilidade 47% menor de desenvolver doenças cardíacas em comparação com seus colegas que não aderiram à dieta mediterrânea. Curiosamente, os pesquisadores descobriram que a adesão à dieta também proporcionava maior proteção contra a atividade física. Claro que isso não significa que você pode pular seus exercícios.

2. Melhor atividade cerebral

Se você quiser manter a mente jovem e ativa, inclua grãos integrais, nozes, frutas e legumes em vez de muita carne vermelha e alimentos processados. Um estudo de 2016 publicado na revista Frontiers in Nutrition descobriu que comer grãos integrais e gorduras "boas" pode melhorar a função cerebral, diminuir a função cerebral e reduzir a probabilidade de incidência da doença de Alzheimer.

3. Perda de peso

Muitos estudos se concentraram na capacidade da dieta mediterrânea de ajudar as pessoas a perder peso. Uma análise de 2011 publicada na revista Metabolic Syndrome and Related Disorders descobriu que os participantes que seguiram uma dieta mediterrânea perderam cerca de 10 quilos a mais do que os participantes do grupo controle. Os resultados foram ainda mais significativos quando os participantes participaram do programa de exercícios e adotaram a dieta mediterrânea por mais de seis meses.

4. Prevenção de doenças crônicas

Um estudo de 2017 publicado no "Nutrition Today" explorou as maneiras pelas quais a dieta mediterrânea está ligada à prevenção de doenças crônicas. Primeiro, aqueles que a seguem tendem a ter menos gordura corporal e menos risco de desenvolver síndrome metabólica. Segundo, a dieta mediterrânea e o consumo de azeite extra virgem também podem reduzir o risco de diabetes (em 40% para pessoas em risco de doença cardiovascular). Os benefícios não param por aí, pois também foi demonstrado que a dieta mediterrânea protege contra doenças cardiovasculares.

5. Maior longevidade

Um estudo de 2014 publicado no "The BMJ" encontrou diferenças celulares entre mulheres que seguiram a dieta mediterrânea e aquelas que ingeriram mais carne e laticínios, especialmente no comprimento dos telômeros, que são sequências de DNA no final dos cromossomos. . O comprimento dos telômeros tem uma relação interessante com o envelhecimento: telômeros curtos têm sido associados a vidas mais curtas, enquanto telômeros mais longos podem ser equivalentes a vidas mais longas. Os seguidores da dieta mediterrânea tinham telômeros mais longos.

Dicas para fazer a dieta mediterrânea

Não precisa arrumar desculpas e dizer que é difícil de incluir a dieta mediterrânea no seu dia a dia, inclua frutas, verduras e gorduras saudáveis como o azeite ao longo do dia, além de grãos integrais e integrais não processados ​​pelo menos uma vez por dia; peixe, nozes e sementes muitas vezes por semana. Gorduras saturadas e açúcares refinados devem ser limitados apenas a casos especiais.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais!

Por Marina Costa

Dieta Mediterrânea



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *