Alongamento de Cílios – Cuidados com Ressonância Magnética





Saiba aqui porquê é preciso ter cuidado ao fazer exames de ressonância magnética com alongamento de cílios.

Entenda como o simples ato de alongar os cílios podem prejudicar o rosto, causando queimaduras no processo de ressonância magnética.

Uma foto que tem circulado bastante nas redes sociais é a de um cílio danificado e uma parte da pálpebra machucada. Há alguns médicos que afirmam que o método de extensão a fio pode gerar um efeito de "metal no micro-ondas" enquanto é feito o exame de ressonância magnética. Mas como isso acontece, afinal de contas? Entenda agora o porquê e como isso acontece.




De acordo com Hércules Fontes, o autor do post, que estuda medicina na Ciudad del Este, no Paraguai, além dos fios que são usados para alongar os cílios, os cílios com imãs também podem causar problemas. Segundo o estudante, esses cílios carregam ferro na sua composição e isso também pode chegar a comprometer o exame.

Segundo radiologistas, recentemente os laboratórios estão perguntando se os pacientes têm cílios alongados na hora de marcar o exame. Essas queimaduras acontecem por causa do sistema de um equipamento de ressonância magnética. Trata-se de um aparelho que trabalha como se fosse um micro-ondas de cozinha. Por esse motivo, qualquer tipo de metal pode influenciar na segurança do paciente.


Existem dois tipos de equipamento, um que trabalha com cola e outro que trabalha com imãs. Aparelhos de ressonância que trabalham com imãs são exatamente isso, grandes imãs. Por isso, pode atrair e machucar a pálpebra do paciente. No que diz respeito a queimaduras, podem ser causadas por qualquer tipo de material que possua pigmentação ou ferro e metal em sua composição. Para esse tipo de exame, qualquer um desses materiais podem causar queimaduras durante uma ressonância magnética.

O risco desse tipo de coisa acontecer é baixo, como aponta a maioria dos radiologistas, mas ele existe. Como alguns laboratórios já se atentaram para isso, a partir de agora pergunta-se para a pessoa se ela carrega algum tipo de material, como cílios postiços ou se ela fez o alongamento recentemente.

Atualmente, também, os laboratórios são proibidos de fazer o exame com ressonância magnética em pacientes que usam cílios com imã. Caso tenha, é necessário que o paciente tire antes de entrar na câmara. Caso haja algum tipo de desconforto, o paciente pode apertar um botão para avisar sobre o problema. Quando pacientes usam algum tipo de cola ou alongamento, os médicos avisam sobre o risco, também.

Além dos cílios, tatuagens e micropigmentação na região das sobrancelhas podem causar esse tipo de problema, por causa da tinta utilizada nesse trabalho. Segundo radiologistas, as tatuagens e os materiais da micropigmentação possuem metal em suas composições, e qualquer tipo de metal é nocivo para a saúde do paciente.

No entanto, é importante ressaltar que é só uma chance de que isso venha a acontecer. Não é uma ocorrência absoluta e corriqueira nas clínicas, mas é algo que pode acabar se tornando isso. Para isso, é importante se atentar ao que pode e o que não pode causar esse tipo de dano. Os médicos recomendam que aqueles que fizeram tatuagens recentemente e precisam fazer um exame que envolva ressonância magnética, que espere aproximadamente 15 dias para realizar o exame.

A moda do alongamento de cílios no Brasil começou há pouco tempo. Foi quando personalidades como Bruna Marquezine, Marina Ruy Barbosa e Isis Valverde começaram a aderir a esse movimento que o público passou a se preocupar e buscar mais isso.

De qualquer forma, por padrões de beleza ou para melhorar a autoestima, ter o cílios maiores funcionam muito bem. Contudo, é importante cuidar da saúde e da qualidade das vistas. Para pessoas com problemas de saúde, o recomendado é não marcar esse tipo de tratamento quando há algum tipo de exame próximo.

DAVI GABRIEL SOARES



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *