Venda de Antibióticos sem Receita Médica é Proibida



  

Foi publicada nesta quinta-feira, no Diário Oficial da União, a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que determina às farmácias que retenham as receitas médicas com a recomendação de compra de antibióticos.

A medida passa a valer a partir do dia 28 de novembro e tem dois objetivos. Controlar a venda dos medicamentos e evitar a propagação da superbactéria KPC, que é resistente aos antibióticos.

A resolução também determina que as receitas terão validade de 10 dias, a partir da data em que foram emitidas. Outra novidade é com relação à embalagem do medicamento, que deverá ter impressa a mensagem “Venda sob prescrição médica – só pode ser vendido com retenção da receita”. Os fabricantes têm 180 dias para se adaptarem à mudança.

As farmácias que não cumprirem as novas regras podem sofrer infração sanitária e até serem fechadas.





Por André Gonçalves



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *