Superbactéria KPC – Cuidados e Dúvidas



  

Nos últimos dias, muito tem se falado sobre a superbactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC). E não é para menos. De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde o ano passado já houveram 43 mortes no Brasil associadas à KPC.

Já se sabe da contaminação por ela nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Ceará, Espírito Santo, Goiás e Santa Catarina. No Distrito Federal são 183 casos, o local com o maior número de pessoas infectadas.

Apesar de estes números parecerem assustadores, a infectologista da Unifesp, Ana Cristina Gales, afirma que, até o momento, a contaminação acontece apenas no ambiente hospitalar. Pacientes internados na UTI são os que correm maiores riscos.





De acordo com a infectologista, alguns cuidados simples, como lavar as mãos com sabão ou álcool gel podem evitar a transmissão da KPC.

Clique aqui e tire outras dúvidas sobre a superbactéria.

Por André Gonçalves



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *