Obesidade aumenta riscos de câncer de mama



  

A falta de hábitos alimentares saudáveis aliado a falta de atividade física tem levado ao excesso de peso. E as brasileiras não fogem à regra. Com a idade, esse sobrepeso se torna perigoso. O acúmulo de gordura leva ao risco de tumores cancerígenos mais agressivos em mulheres na fase pós-menopausa.

Estudos recentes de cientistas americanos revelaram a intrínseca ligação entre a obesidade na pós-menopausa e um tipo agressivo de câncer de mama ligado ao estrogênio, que é um hormônio feminino. Chamado de triplo-negativo, esse tipo avassalador de câncer de mama se caracteriza pela falta de estrogênio, progesterona e expressão da proteína HER2.





E mais: tal câncer traz uma péssima expectativa de vida às mulheres, por causa de seu difícil tratamento. Esta constatação disparou o alerta vermelho a respeito da necessidade das mulheres manterem uma faixa de peso saudável com o decorrer da idade.

Mais uma vez, o imperativo maior é mesmo a prevenção.

Por Alberto Vicente e Janilza Santos



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *