Lean Machine Ale: cerveja para depois de exercícios físicos



  

A cerveja sempre foi uma vilã para aqueles que querem entrar em forma. Sempre ouvimos aquilo de “fulano tem uma barriga de cerveja” e coisa e tal. Mas a empresa canadense Lean Machine Ale criou um novo produto que pode acabar com essa ligação ruim entre o esteriótipo criado com a cerveja e a forma física.

O produto trata-se de uma nova cerveja leve, que tem apenas 77 calorias e um baixo teor de álcool (0,5 %), além de anti-oxidantes, 7g de proteínas e sete tipos de vitaminas diferentes. Tirando o fato de não possuir glútem, a tal empresa recomenda o consumo de seu novo produto após os exercícios físicos por ajudar na recuperação (de acordo com o fabricante, cada ingrediente utilizado na cerveja tem um propósito específico para contribuir com a recuperação mais rápida e eficaz do atleta, ajudando no sistema imunológico, reposição de eletrólitos, recuperação muscular e etc).

O único “problema” é que a cerveja custa caro. No site da mesma, já está disponível a pré-venda por US$ 150 por 24 latinhas, ou RS$ 300 por 48 latinhas. Nas duas opções de compras, o consumidor ganha uma camiseta, um boné e entradas VIP para o lançamento oficial da cerveja.





Apesar de não ter ainda uma data para o possível lançamento da cerveja no Brasil, não há duvidas de que ela tem características para ser um sucesso de vendas (não só aqui no país). Apesar de seu teor de álcool ser bem inferior comparado com as outras cervejas (que tem dentre 4,5% – 5% de álcool), o fato do país ser tropical, onde basicamente tudo é feito movido a cerveja (churrasco dentre outras coisas), faz um belo casamento com o novo produto, que vem para atingir o mercado já conquistado e também aquele mercado novo, dos que abrem mão de tomar uma cervejinha para manter o corpo "em forma”.

Por Mariana Caetano



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *