Gritar Palavrões pode Ajudar a Aliviar Dores



  

Pesquisa revela que gritar palavrões pode aliviar as dores.

Atire a primeira pedra quem nunca em situações de dor não gritou um palavrão. Muitas vezes essa reação é totalmente involuntária e sem controle, até mesmo para as pessoas mais tranquilas. Afinal, um esbarrão, uma apertada de dedo na porta ou aquela batidinha com o dedo no pé da cama são de transtornar por alguns segundos qualquer um.

Se você já soltou aquela palavra considerada de baixa calão em momentos como esse, não precisa se culpar, isso é totalmente normal e acredite, um estudo recém realizado aponta que o grito é uma forma que seu corpo encontra para tentar neutralizar a dor.

É isso mesmo, um estudo surpreendente revelou que aquele “berro” no momento da pancada, no auge da dor, pode trazer algum alívio.

A pesquisa foi realizada no ano de 2009 e publicada no NeuroReport. Para a sua realização as pessoas voluntárias colocavam as mãos dentro de um recipiente com água extremamente gelada e os pesquisadores observaram que os voluntários que faziam xingamentos conseguiram manter as mãos submersas por um período maior do que aqueles que ficaram calados ou que falavam palavras comuns de modo suave.

Segundo os idealizadores da pesquisa, dos voluntários que eram estudantes, 67 gritaram durante o teste da água gelada e conseguiram suportar por aproximadamente 40 segundos a mais que os que “sofreram em silêncio”. De acordo com os seus relatos, eles sentiram menos dor durante o momento em que proferiam os palavrões.





De acordo com os pesquisadores americanos, o efeito minimizador da dor ocorre pelo fato de o palavrão estimular o corpo a dar essa resposta em situações de dor.

Steven Pinker, que é um psicólogo da Universidade de Harvard, explica que o grito em forma de xingamento nada mais é que um ato defensivo que pode ser visto também nos animais, quando estes se encontram em situações extremas, em que precisam demonstrar que são fortes.

Contudo, o pesquisador Richard Stephens alerta que ainda que haja estudos que comprovem que a linguagem chula em momentos de dor pode gerar um efeito positivo, é importante ressaltar que o abuso desse tipo de linguagem pode justamente levar ao efeito contrário. Os xingamentos em situações assim surgem involuntariamente , quando deixa de ser involuntário pode perder o efeito.

Sirlene Montes



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *