Exercícios Físicos na Gravidez – Importância e Cuidados



  

Confira aqui qual a importância e os principais cuidados a se tomar com a prática de exercícios físicos durante a gravidez.

Não é de hoje que médicos e atletas discutem sobre a prática de esporte entre gestantes. Para tentar dar um fim a essa discussão, uma recente pesquisa do Comitê Olímpico Internacional divulgou que, apesar das ideias controversas ao uso do exercício por atletas grávidas, a prática tem menos riscos do que se imagina. 

Sabe-se que o universo feminino é muito complexo e que um dos maiores motivos de preocupação da mulher refere-se ao seu corpo, tornando o exercício um grande aliado na busca de um físico mais saudável e esteticamente bonito. Porém, é preciso salientar que o peso que se ganha durante uma gravidez não se refere à gordura, mas sim ao aumento de peso gestacional, explicada pela medicina nutricional e profissionais de educação física como o resultado do crescimento do bebê no ventre da mãe. Todavia, é importante salientar que caso não haja prática de exercícios e principalmente cuidado na ingestão de alimentos durante a gestação, o peso extra pode sim ser explicado como gordura. 

Portanto, para as gestantes, indica-se o acompanhamento nutricional e ginecológico durante este período, como forma de avaliação médica para a prática de esportes e cuidados na alimentação. Conforme a nutricionista Caroline Welter, especialista na Prática de Nutrição Pré, Durante e Pós Exercício, é fundamental a realização de exercícios leves, de forma que não prejudique mãe e bebê. “É claro que a polêmica sobre fazer ou não exercícios durante a gestação depende muito do histórico da mãe. Portanto, recomenda-se, principalmente, os exercícios na água, como hidroginástica, que tem baixo impacto. Além disso, caminhadas são uma ótima opção, sempre dentro de suas limitações”.





Muito difundido atualmente, o pilates também foi citado por ela, tendo em vista que é uma boa maneira de se exercitar durante a gravidez, por estar dentro dos limites do que a mulher pode ou não fazer, não prejudicando o bebê. Além disso, os benefícios desta atividade beneficia a futura mamãe em relação à sua postura, aliviando dores e conscientizando-a sobre as mudanças que estão ocorrendo no seu corpo durante esta fase.

Por outro lado, “não é indicado exercícios em que a grávida levante muito peso e nem corridas muito pesadas. Porém, se a grávida tiver a resistência por estar sempre praticando atividades físicas, o alongamento antes e depois e o equilíbrio é super importante”, finaliza Caroline.

Kellen Kunz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *