Existem alguns tipos de alimentos que são fundamentais para uma boa saúde. Verduras, frutas e legumes devem sempre fazer parte de uma boa dieta.

Um tipo de fruto, muito apreciado na culinária por causa de seu sabor levemente adocicado é a abóbora. Muitos chefes de cozinha adoram utilizar este fruto para fazer suflês, caldos, doces e massas, sua consistência e doce sabor rende maravilhosos pratos, além de ser importante fonte de nutrientes e vitaminas.

Apesar do açúcar presente no fruto, este não é liberado em grandes quantidades no organismo, podendo fazer parte das refeições de quem está de dieta.

A moranga é rica em betacaroteno, também presente em laranjas, importante antioxidante, que também ajuda no combate contra vírus e bactérias. Ela também é importante fonte de vitamina A, fundamental para uma boa visão, sendo também rica em fibras que auxiliam no bom funcionamento do intestino.

A abóbora deve fazer parte de nossa dieta, pois além de apresentar um adorável sabor, possui nutrientes e vitaminas fundamentais para o corpo humano. 

Por Rodolpho Medeiros


Estamos no outono e a temperatura começa a abaixar. E não há nada melhor que uma sopa para nos aquecer, além de nutrir sem engordar. À noite, o nosso organismo diminui o ritmo das suas funções, queimando menos calorias. Portanto, ele não precisa de tanta energia. Apenas um prato de sopa o mantém alimentado, pronto para relaxar. E quando a sopa "cai" quente no estômago, transmite ao cérebro uma sensação de saciedade.

No entanto, a sopa não deve ser muito incrementada, evite comê-la com torrada, pão, queijo ralado e outros ingredientes calóricos. Use especiarias para dar gosto à sopa pois algumas delas ajudam a perder peso como o orégano, a canela e a pimenta. Misture sempre uma proteína magra como o frango, carboidrato como o arroz ou o macarrão integral e fibras, como o agrião.

Além de proporcionar todos os nutrientes necessários, a sopa contém bastante água, deixando seu corpo hidratado mesmo no frio (quando consumimos menos líquido). Se você não tem tempo para preparar sopas diferentes, faça uma porção grande e deixe congelada. Quando tiver tempo novamente, faça de outro sabor e assim por diante. No final, você terá um sabor para cada dia da semana. O método é infalível e gostoso!

Por Flávia Yoshitani


É provável que a maioria das pessoas já tenha experimentado o sorvete de pistache, mas pouquíssimas delas sabem qual a sua origem e algumas nunca chegaram a ver o fruto.

O pistache é originário do sudoeste asiático, mas atualmente o seu cultivo se espalhou pelo mundo todo. Além disso, esse pequeno fruto é notável quanto aos seus nutrientes e benefícios.

As sementes de pistache são ricas em fibras, que auxiliam o funcionamento do intestino, contém muito potássio que controla o sódio presente no organismo, são ricas em proteínas, vitaminas do complexo B, cálcio, fósforo, magnésio e cobre.

De acordo com pesquisas, o pistache possui em sua composição gordura monoinsaturada, que dilata os vasos sanguíneos aumentando o nível do bom colesterol. O fruto ainda possui antioxidantes que combatem diretamente os radicais livres.

O pistache pode facilmente ser incluído na alimentação diária de qualquer pessoa, como nos doces, conservas, pudins, saladas, misturado ao queijo cottage e a demais alimentos.

Por Milena Evelyn


A nossa alimentação é parte fundamental para o desenvolvimento e bom funcionamento do nosso organismo. Procurar uma dieta adequada ao nosso tipo físico e associá-la a prática de atividades físicas, formam a combinação ideal para nossa saúde.

Alguns alimentos além de muito saborosos também são altamente nutritivos, entre eles podemos citar a beterraba.

A beterraba é uma hortaliça considerada a mais rica em ferro e sacarose (açúcar), além da presença da vitamina A, complexo C, sais minerais, etc. Sua principal utilização é nas saladas e nos sucos.

Sua coloração avermelhada chama a atenção assim como o seu sabor adocicado, conquistam facilmente o paladar das crianças.

Esse alimento pode ser facilmente introduzido na alimentação das crianças, misturada com outros sucos, na salada e dando cor quando misturada ao arroz, macarrão, etc.

Por Milena Evelyn


O champignon é considerado um cogumelo comestível, pertence ao grupo de fungos e vem de origem Europeia e Oriental. No Brasil cerca de 30 anos atrás ele já aparecia no preparo de diversos pratos.

Os cogumelos comestíveis podem ser encontrados em diversos pratos da culinária mundial, assim como a sua variedade que pode chegar a mais de cinco mil tipos. Vale lembrar que nem todas as espécies podem ser consumidas, já que existem alguns venenosos.

Recentemente sua importância tem se refletido nos hábitos alimentares das pessoas, já que podem ser facilmente combinado com saladas, massas, carnes e aves. Além disso, o champignon é rico em ácido fólico, complexo B, fibras solúveis, auxilia também no combate a anemia e ao colesterol.

Ele pode ser acrescentado na alimentação como um alimento fresco ou desidratado, lembrando que é necessário hidratá-lo em água quente sem ferver para que suas propriedades sejam aproveitadas da melhor forma possível.

Por Milena Evelyn


Um dos itens básicos da alimentação chinesa, a soja é uma fonte rica em nutrientes para o bom funcionamento do organismo. A leguminosa possui proteínas, fibras, vitaminas B e E, minerais, cálcio, potássio, ácido fólico, isoflavonas e fitoesteróides. O melhor ainda está por vir: não contém nenhum tipo de colesterol.

Pesquisas recentes da Universidade de Harvard (EUA) contam que a soja é excelente na prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos de câncer como útero e mama. Mas por quê? O grão apresenta combinações de nutrientes que ajudam o corpo a renovar mais rápido as células e criarem anticorpos, prevenindo-nos contra formações de deformações genéticas, uma vez que a o corpo está saudável e protegido.

Uma das formas de inserir a soja na alimentação é através da farinha de soja. Ela pode ser usada para pães, bolos e tortas, sem alterar o sabor.

Outro interessante derivado da soja é a lecitina. Quando comprada na forma de pasta ela pode ser usada como substituto do ovo em receitas.

Por Lidianne Andrade


Os cuidados com a nossa saúde devem ser levados a serio. Os médicos e nutricionistas recomendam uma alimentação saudável como uma medida simples e altamente eficaz na hora de cuidarmos do nosso corpo.

Uma ótima opção são os alimentos orgânicos, como não são utilizados fertilizantes, nem agrotóxicos no processo do cultivo, eles se tornam uma excelente fonte de nutrientes mais saudáveis. Além disso, seu cultivo colabora com o meio ambiente, já que não contamina rios e lençóis freáticos com os produtos químicos comumente utilizados em lavouras comuns.

O custo desses alimentos costuma ser um pouco mais elevado que os comuns, porém, seus benefícios à saúde são relativamente maiores e mais significativos. Todo alimento considerado orgânico deve ser certificado pelo Ministério da Agricultura, para isso na hora da compra verifique se o alimento possui o selo de certificação e garanta a qualidade do produto que irá para sua mesa.

Adote esses alimentos você também!

Por Milena Evelyn


Indispensável para uma gravidez saudável, para o metabolismo de certos aminoácidos, tratamento de anemias e diminuição do risco do mal de Alzheimer, o ácido fólico também pode retardar o aparecimento de cabelos brancos. Parte do complexo B, e também conhecido como vitamina B9, o ácido fólico tem importante ação no metabolismo celular.

Espinafre, brócolis, couve, abacate e fígado são algumas fontes naturais da vitamina. Alguns suplementos à base de ferro também têm ácido fólico em sua composição, assim como muitos alimentos, que têm sido enriquecidos durante o processo de industrialização do produto.

A maior eficácia no combate à queda de cabelos viria de sua utilização em conjunto com a vitamina B5, ou ácido pantotênico, fundamental para a formação de hormônios e outras substâncias do sistema nervoso, presente em grande parte dos alimentos, entre eles: carne, frango, germe de trigo e aveia.

Por Rosane Tesch





CONTINUE NAVEGANDO: