Depois que o jogador Ronaldo, o fenômeno, anunciou sua aposentadoria, alegando como uma das causas o hipotireoidismo, muitos querem saber o que é a doença.

Sendo assim, esse post resumido poderá dar uma pequena noção do assunto.

Hipotireoidismo é uma doença que tem como uma das conseqüências o metabolismo lento e, dessa forma, a retenção hídrica (acúmulo de líquido no organismo, o popular inchaço).

Hábitos alimentares não saudáveis e excesso na ingestão de alimentos podem vir a piorar o quadro.

Deve-se procurar tratamento médico.

Se após o tratamento médico contra o hipotireoidismo, o paciente não voltar ao peso anterior, o excesso poderá ser considerado mau hábito alimentar.

Constatados os maus hábitos alimentares e sedentarismo, um regime e atividades físicas deverão ser adotados.

Por Gy Camargo.


A tireóide, localizada no pescoço, é uma glândula endócrina que tem como principal função harmonizar o funcionamento do organismo. Ela produz os hormônios T3 e T4, que, dentre outras funções, podem interferir no coração e nos rins.

É importante que esta glândula esteja sempre em perfeita ordem, pois, de acordo com dados do IBGE, as doenças endócrinas são a segunda causa de morte entre as mulheres brasileiras (7,8%).

Dentre as doenças que podem afetar a tireóide, o hipotireoidismo (liberação do T3 e do T4 em quantidade menor que a necessária), é a que ocorre com mais frequência. Desânimo, cansaço, sonolência, lentidão física e mental são alguns dos sintomas

De acordo com a endocrinologista Laura Ward, da Unicamp, a melhor forma de se detectar a doença é fazendo o exame de TSH sérico, que identifica o nível de hormônios no organismo. E para evitá-la, você deve levar uma vida com hábitos saudáveis.

Acesse aqui e tire outras dúvidas com a especialista.

Por André Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: