Por possuírem pouca massa corporal, as crianças são mais propensas à desidratação, por perderem líquido corporal mais rapidamente. Sendo assim, os pais devem ter um cuidado maior na hidratação de seus filhos durante o verão, pois esta é a época em que elas gostam de brincar ao ar livre, mesmo sob o sol forte.

Confira algumas dicas para evitar a desidratação em seu filho:

  • Procure estimular seu filho a beber de meio a um litro de água diariamente, principalmente durante os dias mais quentes ou quando estiver com febre;
  • Se a criança não gostar de tomar tanta água pura, podem ser consumidos leite, água de coco, isotônicos e sucos ao longo do dia;
  • No caso dos bebês em fase de amamentação, eles não têm a necessidade de ingerir água, sucos ou outros líquidos, pois o leite materno oferece a hidratação suficiente;
  • Além de oferecer líquidos ao seu filho, procure vesti-lo com roupas leves, deixá-lo em ambientes bem ventilados e evitar que fiquem ao sol no período das 10h às 16h.

Por Selma Isis

Fonte: Guilherme Moura, nutrólogo do Hospital Nossa Senhora das Graças.   


Para combater o calor, em especial durante o verão, nosso corpo aumenta a transpiração, acarretando em uma maior perda de líquidos. Esse conjunto de fatores pode acarretar na desidratação, que pode prejudicar crianças e idosos.

A desidratação provoca sede, boca seca, sensação de cansaço, irritabilidade, tonturas e redução da urina. Também provoca a redução da elasticidade da pele, aumento da temperatura corporal, além dos olhos ficarem mais fundos.

Se a desidratação complicar, a pessoa pode ter taquicardia, queda da pressão arterial, podendo levar a confusão mental e até mesmo convulsões.

Por isso, para evitar a desidratação, médicos recomendam a ingestão de 2 litros de água por dia, consumidos em porções e intervalos regulares. Leite, água de coco e bebidas isotônicas também são bem-vindas. Procure usar roupas leves, ficar em ambientes ventilados e evitar se expor ao sol no período das 10h às 16h. 

Por Selma Isis

Fonte: Guilherme Moura, nutrólogo do Hospital Nossa Senhora das Graças.   





CONTINUE NAVEGANDO: