Pesquisa revela que açúcar pode ser o principal vilão do colesterol alto, não a gordura.

Os especialistas sempre disseram que o grande causador do colesterol e dos problemas coronários no corpo humano era a gordura, porém, uma revista lançada no mês passado traz uma informação contrária. Segundo um estudo publicado na revista JAMA Internal Medicine o açúcar é o causador de doenças do coração.

A pesquisa afirma que a taxa de doenças cardíacas está associada à média de calorias que derivam da sacarose, que é o açúcar comum.

Segundo Robert Lustig , endocrinopediatra e pesquisador da Universidade da Califórnia, o açúcar está diretamente ligado ao diabetes tipo 2, cárie, gordura no fígado e doenças cardiovasculares.

Em um estudo realizado por Lusting, quando o açúcar foi substituído por carboidratos em um programa de emagrecimento de crianças obesas dos EUA, pelo período de nove dias, observou-se uma diminuição em torno de 10 pontos do colesterol LDL, que é relacionado com os problemas cardíacos. Também foi observado que os triglicérides, que é a gordura que fica armazenada no corpo, teve uma considerável redução, algo em torno de 33 pontos. Além disso, a pressão arterial também teve uma redução de 5 pontos. Contudo, as crianças não tiveram perda de peso significativa, o que provou que não é a obesidade (excesso de gordura) que causa essa variedade de problemas, mas sim o açúcar. Ainda segundo o estudioso, o perigo do açúcar não está no seu elevado número de calorias, mas na bioquímica presente na molécula do açúcar.

Na realidade, há mais de 50 anos médicos e pessoas comuns buscam a redução do consumo de gordura, para isso substituiu-se alguns alimentos, outros foram cortados da alimentação, mas o colesterol chamado ruim nunca diminuiu.

Pesquisas apontam que ao se alimentar com o açúcar, ocorre a formação da acetilcoenzima A, que é a formadora do triglicérides, que por fim se transforma na lipoproteína chamada VLDL, que ao ser quebrada pelo fígado, leva a produção do colesterol LDL, que é denso, pequeno e que formam placas pelas artérias, que são associadas as doenças cardíacas.

Ainda não existem estudos que realmente possam comprovar, mas muitos especialistas afirmam que o açúcar é causador de demência de determinados tipos de câncer. O que deve ser ainda mais pesquisado.

Muitos médicos discordam do que a pesquisa afirma, mas é sempre bom evitar o exagero de açucares e também de gorduras na alimentação.

Sirlene Montes


Confira aqui 13 alimentos que ajudam a controlar o colesterol alto.

Responda a uma pergunta: você conhece alguém que tenha colesterol alto? A sua resposta provavelmente será sim. Isso porque ele é um dos males do século, causada principalmente por um hábito de alimentação nada saudável e a falta de exercícios físicos.

Quando esse está em níveis altos, a gordura é depositada nas paredes dos vasos sanguíneos, ocasionando, com o passar do tempo, a diminuição do fluxo sanguíneo para importantes regiões de nosso corpo, como rins, coração e cérebro. Não bastasse isso, o depósito pode ainda causar trombose ou outro acidente vascular cerebral.

Há, portanto, quem viva se medicando, por achar essa é a solução mais fácil. Porém, a maioria sabe que essa não é a saída mais saudável. Por isso, nós te mostramos como adquirir mais qualidade de vida consumindo os 13 alimentos mais indicados para controlar o colesterol alto.

Ficou curioso? Então vamos a eles.

1. Chás: Tomar chá é essencial, uma vez que ele protege na formação de coágulos, evitando assim os famosos ataques cardíacos. Assim, dê preferência ao chá verde, preto e vermelho, uma vez que esses funcionam como antioxidantes e previnem a inflamação de tecidos de forma mais eficiente.

2. Soja: A soja diminui o colesterol ruim, conhecido como LDL, e aumenta o colesterol bom, o HDL. Dessa forma, a mesma fortalece o organismo de quem a consome contra possíveis infecções.

3. Açaí: A maioria já ouviu falar que o açaí possui alto teor de gorduras. Porém, essas são benéficas no auxílio ao combate do colesterol ruim e, ao mesmo tempo, melhoram o bom. Isso acontece porque elas têm 60% de gordura monoinsaturada e 13% de gordura poli-insaturada. Assim, o açaí ajuda a prevenir as doenças do coração, como o infarto, colaborando com a saúde em um todo.

4. Canela: A canela reduz o colesterol ruim, por meio da ação de seus antioxidantes. Sendo assim, o ideal é consumir uma porção equivalente a meia colher de sopa por dia.

5. Peixes: Como se sabe, o peixe é um alimento extremamente saudável. Por conter ômega 3, uma gordura insaturada e considerada boa para o ser humano, essa reduz os níveis de colesterol total no sangue e, também, de triglicerídeos. Além disso, os peixes reduzem a formação de coágulos, colaborando na prevenção de doenças cardíacas. Porém, atenção. Evite consumir frito.

6. Linhaça: Assim como os peixes, a semente de linhaça é rica em ômega 3, prevenindo doenças cardiovasculares e a formação de coágulos. Para potencializar o seu efeito, consuma triturada ou moída.

7. Nozes: Com muitos antioxidantes, as nozes são as responsáveis no combate a doenças como câncer e na prevenção ao envelhecimento celular. O aminoácido arginina também está presente, atuando como um vasodilatador e contribuindo na redução de doenças cardíacas.

8. Vinho: Se consumido de forma moderada, o vinho, por meio dos flavonóides que são antioxidantes, anti coagulantes e vasodilatadores, eleva os níveis de HDL.

9. Aveia: A Aveia possui uma fibra que é solúvel e chamada de betaglucana, que retarde o esvaziamento gástrico e melhora a circulação, bem como inibe a absorção de gordura, caracterizada pelo colesterol total alto.

10. Chocolate Amargo: 30 gramas diárias de chocolate amargo é o ideal para qualquer pessoa, uma vez que ele é rico em flavanóides e diminui o LDL.

11. Laranja: Também por meio dos flavanóides presentes na fruta, o colesterol ruim é diminuído, limitando a absorção do colesterol pelo intestino humano.

12. Azeite: Uma importante fonte de ácido oléico, que atua na regulagem de taxas de colesterol e que protege contra as doenças cardíacas, o azeite beneficia o aparelho cardiocirculatório, controlando o diabetes e sendo fonte antioxidante.

13. Alcachofra: A alcachofra diminui o colesterol e os triglicerídeos totais, reduzindo a obesidade e a diabetes, que são grandes riscos para o coração e para a saúde em geral.

Portanto, agora que você já sabe que alimentos incluir na sua dieta, comece hoje mesmo a consumir alguns dos itens da lista e tenha uma vida mais saudável e, principalmente, livre do colesterol.

Kellen Kunz


Um péssimo hábito alimentar do ser humano é a ingestão exagerada de gorduras hidrogenadas. Presente em diversos alimentos industrializados, esta gordura artificial é um grande mal para a saúde. A gordura hidrogenada não é encontrada na natureza. Ela é uma alteração industrial de outro tipo de gordura, tornando-se depois do processo de transformação, na famosa gordura trans.

Gorduras Trans podem prejudicar o organismo de diversas maneiras. O problema mais conhecido é a formação de colesterol ruim em nosso corpo. Este colesterol fica retido nas artérias, impedindo o fluxo de sangue para o organismo, causando falência dos órgãos por falta de oxigenação. Outro problema gerado pela gordura Trans, é que ela impede as células de nosso corpo de interagirem com o hormônio insulina, fenômeno que pode causar severas enxaquecas, depressão e ansiedade.

Estes são alguns alimentos que contém gordura trans: Biscoitos (principalmente os recheados); batata-frita; salgadinhos;  tortas e bolos prontos e semi-prontos; bolos confeitados; sorvetes; alguns tipos de margarinas, etc.

Para uma melhor saúde, é importante eliminar da refeição as gorduras hidrogenadas, que não trazem nenhum benefício ao nosso organismo.

Por Rodolpho Medeiros


Caso você tenha problemas como pressão arterial e colesterol alto, tome cuidado. Mas não estamos falando somente de problemas do coração que por ventura podem acontecer. E sim, que a partir da faixa etária dos 50 anos, a memória pode ficar debilitada, caso esses problemas estejam em nosso organismo.

Quem aponta tal afirmação é a pesquisadora Sara Kaffashian. Ela, por meio do Instituto Nacional Francês de Saúde e Investigação Médica da cidade de Paris, efetuou a pesquisa que conferiu a análise de mais de 3 mil homens e 1.341 mulheres.

A média de idade destes foi de 55 anos e eles foram acometidos em três testes cognitivos em 10 anos de pesquisa. Todos os voluntários também receberam a pontuação Framingham, que verifica o risco da pessoa sofrer problemas cardíacos, como AVC e ataques. Com isso ficou verificado que aquelas pessoas que apresentavam problemas referentes à saúde cardiovascular tiveram um pior desempenho quando ao realizar testes de habilidade e memória.

As informações são do site My Health News Daily.

Por Oscar Ariel 


Parece uma verdura, tem gosto esquisito, mas a romã traz muitos benefícios para a pele além de dar sorte na virada do ano.

Estudos revelam que a fruta é um excelente antioxidante. Segundo estudos da Universidade coreana de Hallym, pessoas que ingerem as sementes diariamente possuem mais proteção na pele contra as ações dos raios solares em excesso.

Em publicações recentes e artigos da revista Veja foi citado que a fruta é um ótimo ajudante na eliminação de taxas de colesterol. Foi feito um estudo em um grupo de 20 voluntários que a ingeriam como suco e houve uma redução significante de colesterol LDL, responsável pelo entupimento dos vasos sanguíneos.

Para consumir a fruta, use a criatividade. A casca é excelente em chás e as sementes podem ser batidas em sucos ou ainda servida em saladas, deixando o sabor mais forte e autêntico.

Por Lidianne Andrade


Se você anda com o nível de colesterol nas alturas e está querendo mudar a situação, não precisa correr para a farmácia em busca de remédios. Algumas alterações no seu cardápio podem diminuir em até 30% o nível do colesterol alto.

Segundo o presidente da Associação Brasileira de Nutrologia, Durval Ribas Filho, a retirada de alimentos gordurosos e a inclusão de vegetais e alimentos ricos em fibras e fitoesterois na dieta é tão eficaz quanto o uso da estatina, que é a droga mais recomendada para combater o problema.

O médico nutrólogo afirma também que é muito importante manter o nível do colesterol baixo, uma vez que subindo, ele pode causar aterosclerose (formação de placas dentro das artérias), infarto e AVC.

É importante lembrar que a dieta não elimina a consulta com o médico. Ela é apenas uma alternativa ao uso dos medicamentos.

Confira aqui outras dicas sobre o assunto.

Por André Gonçalves


O colesterol é um tipo de gordura que se encontra naturalmente em nosso organismo e tem até algumas funções importantes. Mas se o nível dele na corrente sanguínea aumenta, pode ser bastante perigoso. Assim, é melhor se prevenir antes que o colesterol se torne um inimigo.

Algumas atitudes podem ser tomadas para manter o nível do colesterol em bom estado. Uma delas é a prática de exercícios regularmente e com a orientação de médicos e preparadores físicos, o que caracteriza uma vida ativa, fugindo do sedentarismo.

Não fumar (ou parar, se for o seu caso) e reduzir o consumo de carnes vermelhas, substituindo-as por peito de frango ou peixe, também são atitudes que podem evitar o aumento do colesterol.

Ingerir alimentos benéficos ao organismo também ajuda. Aveia, soja, frutas e verduras ricas em vitaminas C, E e betacaroteno impedem a formação do colesterol ruim.

Outras dicas podem ser encontradas aqui.

Por André Gonçalves


O colesterol alto é um mal que atinge muitas pessoas e a maioria nem sabe que tem. Esse mal leva a várias doenças, podendo levar a pessoa a óbito. Para evitar que o colesterol ruim fique alto, alguns informações são indispensáveis:

– Diminuir a ingestão de gorduras saturadas. São aquelas gordurinhas das carnes, das aves que muita gente acha inofensivel e delicioso. Totalmente prejudicial.

– Diminuir também as gorduras trans. São os biscoitos, bolos, massas folhadas, entre outros. Eles aumentam o colesterol ruim e diminuem o colesterol bom.

– Comer nozes, castanhas, soja, salmão e sardinha. São elementos que fazem bem a saúde. Aumentam o colesterol bom e diminuem o ruim.

– Margarinas sem gorduras trans e maionese industrializada são boas opções para o café da manha e para o preparo dos alimentos.

– Atividade física é muito importante para manter a saúde do coração.

– A aveia também auxilia na redução do colesterol ruim.

Fernanda T. Sodré





CONTINUE NAVEGANDO: