Dieta vegetariana para bichos de estimação



  

Antes de mudar o cardápio do bichinho de estimação é preciso realizar uma consulta com o veterinário e exames para que a dieta natural seja incluída sem prejuízo para a saúde do pet.

Cada dia mais os pets ganham mais “regalias” e uma vida bastante parecida com a dos seres humanos. Novidades que vão de shampoos, condicionadores, até tratamentos de acupuntura ou massagens. E as novidades chegaram ao cardápio dos bichinhos: a alimentação vegetariana invadiu o mundo dos pets, e pelo que indica veio para ficar.

Mas a alimentação baseada somente em frutas, legumes e verduras pode deixar algumas dúvidas para os donos dos animais: será possível cozinhar a comida dos bichinhos em casa e mesmo assim oferecer todos os nutrientes necessários para a sua saúde? Gatos podem ser vegetarianos?

Antes de investir numa alimentação vegetariana para seu pet, é necessário levá-lo ao veterinário para realizar todos os exames e verificar a perfeita saúde de seu bichinho. Só então o profissional pode receitar uma dieta recomendada para as necessidades específicas do animal. É importante seguir à risca as orientações do médico e não mudar a dieta prescrita, sob o risco de prejudicar a saúde do animal, com riscos de deficiência nutricional.

É importante também não mudar bruscamente a alimentação, para que o seu bichinho não estranhe a nova comida. Vá trocando a alimentação gradualmente. A passagem deve ser suave e agradável para ele.

Gatos podem ser vegetarianos?

A maior parte dos veterinários é enfática quanto a isso: os gatos precisam de nutrientes que só são encontrados em produtos com origem animal. Como a quantidade desses nutrientes é bem específica, a melhor opção continua sendo os produtos industrializados.

A dieta vegetariana é mais saudável?

Os veterinários afirmam que não há relação entre a dieta vegetariana para os animais e uma maior saúde para os bichinhos. A maioria dos donos de pets que querem mudar o cardápio destes é, também, vegetariana. Pode parecer estranho para os donos, terem que alimentar seus animais com carne, quando eles mesmos não a consomem.





Porém, é preciso cuidado para manter os níveis de nutrientes do animal ideais. A proteína encontrada na carne deve ser substituída  por ovos, derivados do leite e grãos e o animal deve ter suplementação de aminoácidos e vitaminas, sempre que o veterinário recomendar.

Não confunda! Vegano  ≠ Vegetariano.

Quem é vegetariano não consome carne, mas pode complementar suas necessidades nutricionais com leite e derivados, nesse caso, são chamados de lactovegetarianos, ou então utilizar ovos e leite, os chamados ovolactovegetarianos.

Os veganos não consomem nenhum alimento ou derivado que venha de origem vegetal.

É importante refletir se vai conseguir manter a dieta de seu pet, com todos os níveis de vitaminas que ele necessita. Cortar fontes de proteína como a carne pode ser péssimo para a saúde do bichinho, se ele não tiver a reposição adequada. Não siga somente uma tendência. Pratique o vegetarianismo em seu bichinho com responsabilidade.

Por Patrícia Generoso

Dieta para pets

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *