Dicas para não comer guloseimas por compulsividade



  

Mente vazia e ociosa para alguns que acreditam no velho ditado, é moradia do diabo, para outros é vontade de comer guloseimas. Entre doces, balas, chocolates e todo o tipo de sobremesas, quem tem o hábito de comer guloseimas está sempre em compulsividade.

Toda hora é motivo de comer alguma coisa. Na maioria das vezes essa compulsividade por guloseimas está diretamente ligada à falta de afeto ou ainda à necessidade de estabelecer relações. No trabalho, essa ligação se estende para a ansiedade e angústia, falta de atenção ou ainda tendências depressivas. Por isso, sempre quando você tiver vontade compulsiva de comer guloseimas fora de hora, reflita antes sobre os seguintes aspectos:

1. Faça uma análise da sua situação:

Se todo o momento for hora de comer guloseimas ou outras comidas por compulsividade, considere um problema e reflita se você não precisa de ajuda. Essa atitude tem que estar ligada a algum fator externo. Pode ser por causa de um trabalho estressante, o término de um relacionamento, baixo autoestima ou até carência afetiva. Se algum desses fatores estiver te preocupando em sua vida, não desconte no seu estômago e procure ajuda com um profissional para te ajudar antes que essa compulsividade por guloseimas acabe com a sua saúde.

2. Programe-se:





Em alguns casos, se não forem muito sérios, não precisa parar de comer, basta apenas se programar para comer na hora certa. Depois de um almoço, no lanche da tarde ou ainda aos finais de semana, em pequenas quantidades, é uma boa alternativa. Evite comer doces no café da manhã, de noite ou de madrugada, pois pode ser prejudicial para a sua saúde.

Caso esteja de dieta, informe-se com seu médico a respeito dos doces que pode ou não comer. Não é a ausência que não te fará mal, e sim a moderação que te fará bem.

Pense que o exagero só te trará prejuízo, principalmente se for por motivos psicológicos.

Por Daniela Almeida da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *