Dicas de como voltar à dieta após as festas



  

É comum querer comer de tudo quando se está numa festa. Ainda mais quando esta festa te proporciona isso. São doces, refrigerantes e bebidas de todos os tipos, salgados, e diversos outros tipos de comidas. Depois dessas festas, as pessoas sempre se sentem frustradas por terem exagerado muito, e aí entram em uma dieta sem fim. É preciso saber o que deve e o que não deve colocar em sua dieta após essas festas. Para isso, veja o que você pode fazer:

1. Café da manhã:

No café da manhã, prefira sucos naturais sem açúcar ao invés de café e leite. Inclua, iogurte natural, frutas frescas e cereais naturais como granola, linhaça e outros alimentos lights. Nada de massa como aquele velho pão francês, biscoitos e outros tipos. Pode acrescentar uma xícara de chá com adoçante e torradas integrais, se for o caso. Evite comer manteiga, requeijão, queijos gordurosos e outros tipos de frios, como presunto e mortadela, pois eles possuem alto teor de gorduras que são prejudiciais para a saúde e para o coração, sendo capazes de acumular o colesterol e outros tipos de doenças cardiovasculares, além de ser um inimigo para a sua dieta.

Lembre-se de que no café da manhã você precisa comer bem, e comer bem não significa comer muito, mas comer saudável.

2. Almoço:

Você deve almoçar depois de três horas da última refeição, preferencialmente. O seu almoço deve conter carnes brancas grelhadas ou cozidas, salada verde, arroz integral e verduras e legumes cozidos. Evite carnes vermelhas, frituras e muito sal. Outra coisa que você deve evitar é beber líquidos enquanto come. Prefira beber antes ou depois de comer, pois caso contrário, poderá atrapalhar sua digestão.





3. Café da tarde:

Os mesmos nutrientes do café da manhã deve ser repetido nesta etapa. Faça-o de três a quatro horas após a última refeição. Não se esqueça de beber bastante água durante o dia.

4. Jantar:

No jantar prefira uma sopa de legumes sem carne, frutas com cereais ou legumes cozidos. Evite fazer refeições pesadas nessa hora.

Por Daniela Almeida da Silva



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *