Cheirar frutas antes das refeições auxilia a optar por alimentos mais saudáveis



  

Você costuma cheirar frutas antes das refeições? Pois saiba que um recente estudo, publicado na revista científica "Appetite", explana que fica muito mais fácil resistir a tentações como sobremesas deliciosas e pratos calóricos após ter cheirado uma fruta.

Estar exposto a aromas de frutas pode fazer com que o cérebro opte por selecionar opções mais saudáveis de alimento, com ênfase na sobremesa.

Psicólogos da Universidade de Bourgogne, na França, informaram que essas descobertas evidenciam como os cheiros influenciam nas nossas opções alimentares, afinal os voluntários que integraram a pesquisa não foram informados previamente que seriam submetidos a cheiros de frutas.

Sobre a dinâmica da pesquisa:

Um total de 115 homens e mulheres, entre 18 e 50 anos de idade, participou da pesquisa. Eles foram distribuídos em dois grupos, sendo que antecipadamente lhes foi informado que o estudo serviria para avaliar de que forma as pessoas se comunicam enquanto realizam uma refeição.

Um dos grupos foi instruído a ficar por alguns instantes em uma sala de espera que em instantes anteriores havia sido pulverizada com o aroma de peras frescas. O outro grupo aguardou em uma sala de espera que não possuía qualquer odor de frutas.





Depois de 15 minutos, os participantes do estudo eram direcionados a um Buffet, sendo possível escolher três pratos – entrada, refeição principal e sobremesa. Havia pratos com frutas e legumes em todas as refeições, bem como pratos sem essas opções saudáveis.

Embora o cheiro da pera não tenha tido tanto efeito no momento de escolher a entrada ou a refeição principal, no momento da sobremesa tornou-se evidente a preferência por algo mais saudável. Três em cada quatro participantes que não estiveram expostos ao aroma da pera escolheram a sobremesa mais calórica, essa mesma escolha foi feita por menos da metade dos que sentiram previamente o cheiro da pera. Fato que evidencia que o apetite pode ser construído por estímulos inconscientes.

Por Rafaela Fusieger

Aromas das frutas

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *