Chá de Hibisco – Cuidados e Riscos no Consumo



  

Alto consumo do chá de hibisco pode ocasionar problemas de saúde. Confira aqui a quantidade ideal de chá que poderá ser consumida pelas pessoas.

Emagrecer tem sido a meta de muitos brasileiros, mas deve-se existir muita cautela quando o assunto é o consumo de substâncias desconhecidas. De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional, o chá hibisco é preparado a partir da flor do hibisco e é usado para quem procura perder peso, pois diminui a adipogênese.

O chá pode causar riscos à saúde do homem e da mulher se for ingerido de forma exagerada. E consumo deve ser de 200 ml por dia, de três a quatro xícaras, uma antes das principais refeições (café da manhã, almoço e jantar).

O chá pode causar baixa pressão, tontura, enjoo, escurecimento da visão, sensação de fraqueza, desmaios, dificuldade para engravidar, má formação da estrutura do gene (para mulheres grávidas) e complicações na saúde para mulheres em idade fértil.

"Como qualquer outra planta, o hibisco em chá pode causar toxicidade se for consumido de forma exagerada, pois tudo o que ingerimos é transformado e eliminado pelo fígado e rins", alerta a Dra. Carolina Mantelli Borges, endocrinologista e metabologista da clínica de especialidades Integrada.





Carlos Felipe, 25 anos, carioca, relata o que sentiu ao tomar a bebida. “tomei várias vezes, pois quis emagrecer logo, mas me senti muito mal e não ingeri mais”, revelou.

Maria de Fátima, 32 anos, pernambucana, já tomou o chá e esclarece o que sentiu. “Não me senti mal, pois tomei da forma correta, mas tudo na vida deve ser feito com moderação”, esclareceu.

BENEFÍCIOS: Apesar dos seus riscos, o chá possui cálcio, magnésio, potássio e fósforo, ótimos nutrientes para os ossos, músculos e energia física. O chá é levemente adocicado, tem ação diurética, controla colesterol, é bom para o cérebro, controla a pressão arterial, possui vitamina B2 e B1 (que juntas ajudam o corpo a captar a energia nas células), reduz a gordura da região dos quadris e do abdômen, além de ser antioxidante.

Por Erika Amanda Silva de Souza



1 comentário em “Chá de Hibisco – Cuidados e Riscos no Consumo

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *