Beber Café pode Ajudar a Viver Mais



  

Pesquisa revela que pessoas que consomem café vivem mais.

Os amantes do café têm mais um motivo para comemorar e apreciar a sua xícara de café por dia. Isso porque, em recente publicação divulgada na última segunda-feira, dia 10 de julho, na revista científica intitulada “Annals of Internal Medicine”, pesquisadores descobriram que, após análise de pessoas que consomem a bebida por hábito, foi constatado que elas vivem mais.

A primeira pesquisa é de autoria da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, do Imperial College London, o artigo coletou informações do Grupo Europeu focado na investigação para o Câncer e Nutrição, o EPIC. Pela análise, foi descoberto que consumidores de café, na comparação com aqueles que não consumiam, possuem menos riscos de morte.

A coleta de dados foi feita em 10 países diferentes da Europa, incluindo 520 mil mulheres e homens. Sendo assim, essa é tida como a maior amostra de pesquisa já feita quando o assunto é o café.

Já a segunda pesquisa atribuiu um consumo maior de café a uma menor periculosidade de morte em etnias diferentes. Para os cientistas da Universidade do Sul de Califórnia, a cor da pele analisada é muito importante, já que cada raça possui um estilo de vida próprio e diferente.

Nesse segundo caso de estudo multiétnico, foram analisadas 185 mil pessoas por um período de, mais ou menos, 16 anos. Nesse artigo, foi desenvolvido sobre o consumo de café entre brancos, afro-americanos, latinos, japoneses e nativos americanos e do Havaí.





Na conclusão, pessoas com consumo diário de uma xícara de café possuem 12% menos chances de morrer do que aquelas que não a bebem. Na sequência, quem bebe de duas a três xícaras a cada dia, tem uma redução de 18% na chance de morte, conforme o estudo.

E para aqueles que bebem o café descafeinado, a notícia também é excelente. Isso porque o benefício de uma vida longa também ocorre para esses, já que o componente mais importante do café que prolonga a vida não é a cafeína. O argumento é da principal autora do estudo multiétnico, Verônica Setiawan.

Anteriormente a esses estudos, já havia algumas considerações sobre importância da bebida para a qualidade de vida, sendo associada e vista como benéfica para diversas outras doenças, como por exemplo, as doenças renais, respiratórias, de diabetes, infartos, cânceres e, principalmente, do coração.

Portanto, está aí um bom motivo para começar a apreciar a bebida. Considerada uma das mais importantes do mundo, o café é consumido por 75% de adultos nos Estados Unidos, sendo que 50% diz que o bebe diariamente.

Kellen Kunz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *