Alimentos que melhoram a digestão



  

Se você quiser prevenir a constipação intestinal, aliviar a dor de estômago ou corrigir outros problemas digestivos relacionados, você pode obter resultados positivos comendo certos tipos de alimentos para facilitar a sua digestão. Mas você também deve se lembrar de comer devagar pois a velocidade pode interferir no processo digestivo.

Água: Não só ajuda a sustentar seu corpo, mas atua como assistente de seu sistema digestivo quebrando os alimentos em componentes menores. Uma pequena quantidade de água após as refeições ajuda a melhorar a digestão, mantendo o funcionamento normal do seu sistema digestivo. Suco de frutas, sucos de vegetais e sopas claras podem ajudar a prevenir a constipação, reduzindo a desidratação, um dos fatores que contribuem para o estado. Já as bebidas que contenham álcool ou cafeína podem desidratar e causar prisão de ventre, portanto você deve tentar evitar esses tipos de bebidas em excesso.





Fibras: Embora seu corpo não pode digerir as fibras elas também previnem a constipação e ajudam na digestão. Os alimentos ricos em fibras podem “amaciar” e aumentar a velocidade da digestão, reduzindo assim a constipação. Excelentes fontes de fibras incluem feijão, ervilhas, lentilhas, farelo de cereais de trigo, cevada, farelo de aveia, espinafre, ameixa, pêra, goiaba, amêndoas, pistaches e nozes.

Iogurte: Este alimento contém bactérias vivas, que podem ajudar a quebrar a lactose, um carboidrato especial encontrado em produtos lácteos, dos quais muitas pessoas de descendência asiática não conseguem digerir. Pesquisas indicam que consumir iogurte produz menos sintomas de intolerância à lactose do leite. Os pesquisadores concluíram que a fermentação do leite em iogurte, juntamente com a sua cultura viva, L. bulgaricus especificamente, têm atribuído à redução dos sintomas da intolerância à lactose. As bactéria vivas presentes no iogurte ajudam a manter a flora intestinal, essencial para o funcionamento regular e saudável de todo o sistema digestivo

Por Rodolfo Fialho



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *