Alimentação no Verão – Dicas



  

Nessa época do ano, com temperaturas superiores aos 30º, o recomendado é consumir muitas frutas, verduras, legumes e folhas verdes. São alimentos refrescantes, pois possuem um percentual alto de água na sua composição, principalmente as frutas e, portanto, combinam com as altas temperaturas da época. Não se deve esquecer que eles também são fontes de vitaminas, minerais e fibras.

A nutricionista Roberta Morgana recomenda evitar preparações gordurosas, como feijoada, chocolates quentes, foundues, suflês e frituras, que podem dificultar a digestão pelo alto teor de gordura. "Alimentos como arroz, macarrão e açúcar devem ser consumidos com moderação. Cuidado com os temperos das saladas, evite maionese e molhos prontos, prefira o azeite, o limão e os molhos à base de iogurte."





Petiscos salgados, como amendoins, castanhas, salgadinhos, embutidos e queijos amarelos, são ricos em sódio e também devem ser evitados. "Eles retém líquidos e deixa um aspecto de 'inchaço' no corpo", explica Morgana. O que não se deve esquecer é de consumir bastante líquido, principalmente água, pois as altas temperaturas levam à desidratação, em particular de crianças e idosos. "A ingestão constante de líquidos, além de evitar a desidratação, também lubrifica articulações, facilita a digestão e absorção dos alimentos, transporte de nutrientes através do corpo, excreção de toxinas, regulação da função intestinal e o controle de temperatura corporal".

Na ída à praia, prefira levar os petiscos de casa e deixar para comprar só a bebida gelada. Existem ótimas opções de salgadinhos, sem serem fritos e sem gordura "Trans". Nas compras em barracas, verifique as condições de higiene do local e do vendedor no momento da manipulação das comidas. “A maioria pega no alimento e ao mesmo tempo no dinheiro. Então, de um modo geral, há risco de contaminação”, alerta.

Por Alexandre de Souza Acioli



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *